Indicações enroladas

Publicado: 06/06/2013 em Sem categoria
Tags:, , , ,

Não, o Cadarço não morreu. Enfim terminei os estágios obrigatórios de gestão pedagógica, fiz as provas do segundo (e ultimo) bimestre, estando apenas no aguardo de alguma suposta de zica que possa porventura ocorrer.

Vi algumas coisas legais na Baia dos Piratas e gostaria de indica-las a você, solitário leitor. Leia o resto deste post »

Anúncios

5 decepções em Iron Man 3

Publicado: 03/05/2013 em cinema

Não é que seja um filme ruim, mas… Leia o resto deste post »

Como diria o bom e velho Charlie Brown: “mas que puxa…” Leia o resto deste post »

Faz algum tempo que não posto por aqui. Muitas coisas aconteceram, não muitas comigo, mas no mundo, e sobre essas coisas que quero falar. Leia o resto deste post »

Sobre Searching for Sugar Man

Publicado: 03/03/2013 em Sem categoria
Tags:,

Dai que o Oscar passou e Seth Mcfarlane arrebentou como host da parada – com destaque para a participação especial do capitão Kirk (epicness victory!!!). Os premios foram bem aquilo que todo mundo tinha previsto (só não contava com as premiações de Life of Pi, mas de resto, acertei quase tudo nas categorias principais). Leia o resto deste post »

Oscar é domingão, e pra não perder o costume, vou redigir aquele post anual safado com meus pitacos e apostas sobre as categorias que importam na cerimônia mais injusta e prestigiada do mundo.

Leia o resto deste post »

Sim, estou com muito tempo livre… Leia o resto deste post »

O aluno de Corvinal

Publicado: 27/01/2013 em Sem categoria
Tags:,

Estava eu, balconizando na locadora, quando apareceu um infante cliente, usando um tecido roxo, como uma manta sobre a camiseta. A primeira coisa que ele me diz:

-Adivinha o que eu comprei? Leia o resto deste post »

Ano passado, a rede Cultura adquiriu os direitos  de exibição de uma das mais cultuadas e longevas series de TV de todo o continuum espaço-tempo. Doctor Who começou como uma serie quase que educacional nos anos 60, destinada a ensinar fatos históricos e um pouco de ciência enquanto o Doutor se aventurava em algum ponto do Universo pra consertar algo que não estivesse em seu devido lugar. Aconteceu que a serie ficou tanto tempo no ar que começou a ser construida toda uma gigantesca mitologia em torno do Universo de DW, e como os episódios que faziam mais sucesso eram o que exploravam esse lado sci-fi, a serie acabou assumindo de vez esse carater fantástico. 26 temporadas mais tarde, no final de 1989, a serie deu uma parada, tendo apenas um especial para TV em 96, mas retornando mesmo com os dois pés no peito em 2005 – são as temporadas dessa retomada que  a Cultura adquiriu.

As temporadas de Doctor Who desde 2005 são divididas em 13 episódios de 40 a 45min., alem dos especiais de natal. Atualmente ela está na pausa de mid-season da 7° temporada, voltando em fevereiro (se não estou enganado).

Bom, até agora não disse os motivos, nem sobre o que exatamente é essa serie. Bora então:

Doutor (só doutor mesmo) é o ultimo sobrevivente dos Timelords, uma poderosa e bondosa raça capaz de viajar no tempo-espaço, que foi extinta do Universo, há muito tempo atrás numa guerra épica contra os impiedosos Daleks. A bordo da sua espaço-nave/maquina do tempo TARDIS, o Doutor desbrava realidades alternativas e evita apocalipses praticamente todos os dias, usando como unica arma sua inteligência (a chave de fenda sônica conta como arma algumas vezes, mas enfim…).

O que eu mais gosto em Doctor Who é a sensação de urgência que os roteristas conseguem colocar em cada episódio. As aventuras são quase sempre resolvidas no mesmo dia, mas sempre acabam em um climax absurdo e emocionante. Tudo em 45 minutos.

Outro ponto interessante é o “mundinho” da serie. Quanto mais você assiste, mais familiar você se torna com as raças, personagens e mitos da serie, colaborando em muito a apreciação de um encontro fortuito ou uma citação há algo que aconteceu muitas temporadas atrás. Apesar de aventuras episódicas, cada temporada tem seu arco maior, amarrada num roteiro coeso e instigante.

Recomendo aos novos fãs da serie iniciarem sua viagem a bordo da TARDIS a partir da segunda temporada dessa retomada, que é quando entra a melhor encarnação do Doutor de todas: David Tennant. Mas já aviso logo que é um caminho sem volta: uma vez que você comece a ver Doctor Who, você não vai querer parar…

Image

4you

Publicado: 18/01/2013 em Sem categoria