Arquivo da categoria ‘esportes’

Dando um help pro Dunga

Publicado: 19/04/2010 em esportes

11 de maio sai a famigerada convocação ultimate para Copa 2010 e Dunga parece inflexivel quanto a não-convocação do estelar Neymar, o melhor jogador em atividade no cenário futebolistico brasileiro. Well, nosso amado técnico nos avisou para “não esperar por surpresas”, mas como a esperança é a última que fica na Caixa de Pandora, depois de muitas horas de profunda meditação tive um insigth que levará a Seleção diretamente e sem traumas ao tão sonhado titulo de HEXA-campeão. Então olha no meu olho Dunga, e escala estes caras pra Copa:

Formação 3-5-2 agressive
  • Goleiro: Julio Cesar
  • Zagueiros: Thiago Silva e Juan
  • Lateral direito: Daniel Alves
  • Lateral esquerdo: Roberto Carlos
  • Meio Campo: Kaka, Madson e Ganso
  • Ataque: Neymar, Robinho e Gaucho

Vai na minha, professor!

Anúncios

Jovem Ainda: Ronaldo

Publicado: 08/03/2009 em esportes

Embora torça para o Corinthians, não sou muito chegado em futebol. Geralmente me empolgo mais na época de Copa do Mundo e em finais de grandes campeonatos, mas não chego ao ponto de acompanhar rodada a rodada o desenrolar do esquema, comprar o Lance e assistir o Milton Neves. Aconteceu que hoje tava assistindo o 2° tempo de um grande clássico nacional, e meu time estava perdendo… até que um cara foi chamado e ele fez toda a diferença. Eu não sou especialista no assunto nem nada, mas esse cara joga muuuuito e se o meu time empatou hoje, no ultimo minuto dos acréssimos do segundo tempo, foi por culpa desse cara. Faz tempo que eu não vibrava com um gol, que eu não gritava tanto em um jogo, hoje eu gritei, eu vibrei e eu torci pra que aquele cara fizesse o que fez. Preciso falar o nome dele?

http://www.youtube.com/get_player

Quase lá…

Publicado: 02/11/2008 em besteiras, esportes

Nerds não costumam ser reconhecidos por seu talento no caminho dos esportes, e o meu caso não é exceção à regra (infelizmente). Eu até que me esforçava, mas isso nunca me absteve do fardo de ser sempre a última opção em jogos (físicos) de equipe. O que se revelava (com assustadora constância) uma decisão sensata por parte dos líderes dos times, já que invariavelmente minha presença numa determinada seleção significava um poderoso presságio de sua derrota.

De todos os esportes escolares, o que eu mais temia (e o que me rendia maiores hematomas) era (é) o volei: ahh… quantas vezes não levava aquela bolada seca no meio dos nasais (terrivel)… quantas torções de pulso… quantas congratulações (apenas do time adversário)…

Graças a Pelor, minhas misericórdiosas professoras nunca levaram a Educação Física a sério (existe alguma que leve?), porque senão…

*Rogério Gomes Junior: futuro presidente mundial (pronto… agora meu nome aparece no Google!)

Strike!!!

Publicado: 24/05/2008 em esportes

Não sei exatamente porquê razão,mas ultimamente estou com uma vontade doida de jogar boliche.

O estranho é que,como bom geek que sou, nunca fui muito interessado (nem habilitado) na prática de qualquer tipo de esporte. Talvez seja algum desejo reprimido de aumentar meu convívio social ou um grito abafado do meu atleta interior implorando por uma vida um pouco menos sedentária, sei lá.

Enquanto não concretizo essa minha ânsia por strikes,vou aprendendo a teoria e posto abaixo algumas regrinhas e curiosidades sobre o esporte:

-Quem joga boliche é…bolicheiro (tá,não tem uma sonoridade muito edificante,mas…)
-O boliche(ou bowling) tem por finalidade arremessar uma bola sobre uma pista para atingir dez pinos dispostos numa formação triangular (isso é o básico)
-Uma partida ou uma “linha” consiste de dez jogadas (frames), sendo que em cada delas o jogador tem direito a dois arremessos no máximo, a fim de derrubar todos os pinos. No caso de derrubar todos os pinos na primeira jogada (o famigerado “strike” ) o jogador não deve arremessar a segunda bola.

Bom,essa é a base, mas tem muito mais termos e regrinhas no artigo da Wiki sobre o tema.

Aqui em Sorocaba eu sei da existência de pelo menos 2 salões com quadra de boliche,uma no Pirilampus e outro no Kanakaue. Quem sabe eu, pobre geek, não esteja destinado a me tornar a nova lenda desse esporte no mundo?