O Escorpião e o Sapo

Publicado: 02/09/2012 em contos

Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo parado na beira de um turbulento rio.

– Sr. sapo, poderia me carregar em suas costas até a outra margem deste tão longo rio?

– Por acaso me tem como tolo, vil criatura? Sei que me picará e morrerei em meio as águas se, porventura, me atrevesse a prestar qualquer serviço a um assassino como você!

– Ridículo! Se o fizesse, ambos afundaríamos para a morte…

Após algum momento de hesitação, o sapo concordara com a lógica do escorpião e o levou nas costas, enquanto nadava contra a corrente.

No meio da travessia, o escorpião cravou seu mortífero ferrão no sapo.

Atingido pelo veneno, e já começando a afundar, o sapo voltou-se para o escorpião e com seu último sopro de vida lhe questionou o por quê daquela ação.

– Por que sou um escorpião, e essa é a minha natureza.

Parábola Africana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s