Eu tive uma ideia

Publicado: 24/06/2012 em contos
Tags:,

Era uma vez uma ideia muito, muito pequena, sem nome, nem rosto, nem planos numa praia solitária.

E assim ela permaneceu por muito tempo, quase invisivel e praticamente inofensiva.

Um dia, ela encontrou algumas palavras jogadas na areia perto do mar. Ideias não gostam de doces, nem de nada saudavel. Ideias comem palavras, e essa  comeu todas que encontrou, sem nem mastiga-las 2 vezes.

Tantas letras fizeram a ideia engordar e crescer. Maior e mais forte, ela começou a ficar cada vez mais faminta e as palavras que encontrava já não saciavam mais seu imenso apetite.

Então um dia, essa ideia encontrou outra ideia em seu caminho. Elas se encararam por um breve momento e movidas por sua fome, se atacaram ferozmente.  O vencedor consumiu o derrotado, se tornando uma ideia ainda mais poderosa.

Muitos encontros se seguiram após este, em várias partes e ao mesmo tempo. Ideias gigantescas se digladiavam espalhando textos inteiros sobre as terras da Mente, que depois alimentariam novas ideias que nasceriam no mar…

Até que, após meses de guerra, só uma ideia reinava suprema sobre todas as outras, pequenas demais para fazer algo a respeito. A ideia una é agora conhecida como obssessão, e como obssessão que é, tem suas próprias ideias para transpor as fronteiras do Mundo-Mente –  a frágil gaiola que nos mantem a salvo de sua insaciavel sede de poder.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s