Como STAR WARS ajudou a salvar o cinema norte-americano

Publicado: 05/05/2012 em ciência
Tags:, , ,

Capitulo IV ½

O Inicio do Império

Ontem, STAR WARS completou 35 anos desde sua estreia no circuito americano em 1977. Um filme revolucionário tanto no âmbito mercadológico da industria cinematográfica (um dos marcos do cinema blockbuster e  de uma nova abordagem de merchandising sobre a obra) quanto  na historiografia da cultura nerd como um toldo todo, mantendo-se viva e atualizada até os dias de hoje através de novos jogos, séries, quadrinhos, bonecos e relançamentos de sua hexologia, para alegria da conta bancária de George Lucas e  de seus milhões de fanboys.

A trilogia clássica apresenta de forma criativa e elegante a famosa estrutura narrativa da jornada do herói estabelecida pelo pesquisador Joseph Campbell em seus trabalhos de mitologia comparativa – alias, o diretor George Lucas teve sua consultoria durante o desenvolvimento dos roteiros, fornecendo à obra um aspecto atemporal e até filosófico que iam muito alem do final dos créditos, tornando-a objeto de culto e adoração.

Toda essa idolatria pela marca tambem se deve a sacada genial de Lucas na hora de vender seu filme à Fox: ele abriu mão de sua fatia na bilheteria, desde que ficasse com os direitos da sequência e de todo o merchandising derivado da franquia. Como os figurões do estúdio não acreditavam no sucesso comercial da fita, aceitaram de bom grado o acordo do diretor.

Cabe dizer aqui  que na década de 70, o cinema americano esteve muito perto da extinção: diversos fatores como a grande crise do petróleo, que levaram os Estados Unidos à recessão e a crescente popularização da TV como veículo de informação e entretenimento afastaram o grande público das salas de exibição, deixando os estúdios à beira da falência. Felizmente, os deuses do Cinema nos trouxeram uma nova geração de realizadores que renovaram o jeito de fazer e vender filmes, entre eles Spielberg e o proprio Lucas, trazendo os jovens e o lucro novamente à indústria cinematográfica, inaugurando o conceito do blockbuster – época do alto verão norte-americano onde se concentram as grandes produções consideradas as mais rentáveis do ano.

Assim, com o sucesso de STAR WARS, Lucas estabeleceu sua franquia nas telas e corações de toda uma geração, salvando o cinema norte-americano no processo.

Sim, Greedo era uma mulher… Lide com isso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s