ESTREIA: A Nigthmare on Elm Street

Publicado: 07/05/2010 em cinema

De todos os grandes monstros do chamado terror slasher nenhum me assustou mais  que Freddy Krueger . Na antologia  A Hora do Pesadelo, Wes Craven abusava do universo bizarro dos sonhos para nos fazer pular das cadeiras, sempre com uma morte mais absurda e divertida do que a outra.  No plano onirico, Krueger é deus e nada escapa ao seu sadismo macabaro. A única coisa que você pode fazer para sobreviver a ele é manter-se acordado.

Pessoalmente eu não sou fã da idéia de remakes, acho que certos clássicos devem se manter intocados e acho dificil transporta-los com a mesma força para os dias atuais. Sem falar que o terror mudou muito dos anos 80 pra cá, hoje em dia o que assustam as pessoas são as própias pessoas.  Pode ver: creio que desde O Silêncio dos Inocentes, seguido de Seven, o grande monstro da humanidade (no cinema) passou a ser o humano, um terror mais realista, visceral e nojento que a chuva de groselha de Sexta-Feira 13 e afins.

Enfim, hoje a estreia da semana é o novo A Hora do Pesadelo, primeiro longa-metragem do diretor de video-clipes  Samuel Bayer, com Jackie Earle Harley ( o Rorschach)  e “grande elenco”.  Não sei se vale os R$14,00 do ingresso… acho que vou ver Homem de Ferro 2 denovo…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s