Arquivo de dezembro, 2009

Jingle Bells Rock

Publicado: 25/12/2009 em eventos, tecnologia, vida

Bom, feliz natal pra vocês, meus 10 leitores.
Então, acabou que nem comprei a LCD que eu tava querendo. O que abriu meus olhos foi o excelente piratacast#15, do blog Bau Pirata sobre mídias digitais, e acabei por optar por uma 29” Ultra-Slim da Samsung CRT mesmo e um DVD tambem da Samsung com saída USB.


O natal aqui em casa foi legal, só com a família mesmo, mas cheio de presentes e de comida, o que verdadeiramente importa nesta data tão bonita e capitalista…


De presente ganhei um jogo de cama com temas orientais, a 4°temporada de Arquivo X (só faltam 5 agora), o Era do Gelo 3, o livro Um Otimista Incorrigivel, do Michael J. Fox, um perfume da Lacqua Di Fiori, um jeans e um poster sensacional:

este aqui

Acho que é isso. Se este for o último post do ano, já emendo aqui um 2010 kickass pra você!

Avatar em 2D (livre de Spoilers)

Publicado: 19/12/2009 em cinema

Primeiramente, sou fanzaço de todos os trabalhos de James Cameron (menos Piranhas 2, que é ruim pra caramba, mas o cara tava começando, né?) e tava na expectativa foda pra assistir AVATAR. Tanta expectativa me fez ve-lo na pré-estréia em 2D mesmo (poisé, ainda não temos cinemas 3D em Sorocaba…), sentei bem na frente da telona para cair de cabeça na lua de Pandora e ver se o filme era tudo aquilo que eu esperava. E vou dizer… até que era. Tá certo que o grande hype de AVATAR era a experiência 3D, mas um filme bom independe do uso dos óculos pra ser bom. E com isso, não quero dizer que o longa seja ruim, longe disso, é emocionante pra caramba, mas não me surpreendeu como fez Distrito 9 este ano. Agora, em materia de CGI, este filme bate qualquer um que eu já tenha visto. Cada planta, inseto e monstro de Pandora é estupidamente realista: poros, transpiração, realmente impecaveis, vivos!!! O que só me deixa mais instigado pra ver AVATAR como deve ser visto: em 3D!


Stargate Project, Gondola Wish, Scannate, Sun Streak, Grill Flame e Center Lane foram códigos usados para identificar pesquisas do Governo Norte-Americano realizadas entre 1972 à 1995 com a finalidade de investigar o emprego potencial de habilidades psíquicas em táticas militares.

Com base em estudos anteriores de fenômenos paranormais realizados pela Sociedade Americana de Pesquisas Psíquicas e o Instituto de Pesquisas de Stanford, solicitados supostamente em função de pesquisas semelhantes que estariam sendo desenvolvidas pelos soviéticas durante a Guerra Fria.

O Projeto tinha foco na investigação do potencial da “visão remota” (capacidade de ver evidência física ou informações a grandes distâncias), bem como a precognição (ca
pacidade de ver o futuro) e a telecinese (capacidade de manipular objetos no espaço físico usando a mente).


Foram relatadas a existência de 22 “observadores remotos” e 14 laboratórios de pesquisa espalhados nos EUA, que chegaram a custar ao Governo Americano mais de 20 milhões de dólares ao ano. O FBI, CIA e vários governos, agências e departamentos militares também estavam envolvidos no projeto. Em 95, quando o Projeto Stargate veio à público a revista Time afirmou que 3 videntes ainda estavam ocupadas com o projeto em Fort Meade, Maryland.

Em 1979, um dos médiuns que trabalhavam no Projeto Stargate informou que eles poderiam dizer que um dos cidadãos americanos, que estava sendo mantido refém no Irã por um grupo de militantes islâmicos estava “sofrendo de náuseas”, com “um lado de seu corpo … danificado ou ferido “e que” ele vai estar em um avião nos próximos dias”.O refém americano, Richard Queen, foi liberado 3 semanas seguintes à previsão e sofria de esclerose múltipla, que afetou os nervos ao longo de um lado de seu corpo. Outro vidente do Projeto, Paul H. Smith , teve uma sessão de observação remota, na qual supostamente previu certos detalhes que cercam o ataque à fragata USS Stark em 17 de maio de 1987 , 3 dias antes de acontecer.


A professor de estatística, Jessica Utts, da Universidade da Califórnia realizou uma análise do Projeto Stargate após a sua conclusão, que revelou que o projeto teve de 5%/15% acima do acaso, mas que as suas contas incluem um grande volume de informações irrelevantes e vagas . Após a divulgação e posterior encerramento do Projeto de Stargate em 1995, o governo emitiu uma declaração afirmando que o projeto “não mostrou valor em operações de inteligência.”

Se tem uma coisa que não me sai da cabeça nos ultimos meses é a maldita da Alta Definição. Não quero saber de casa própria ou carro, tudo que eu mais quero é entrar em 2010 no maravilhoso mundo do raio azul em todo o seu esplendor.
Claro que não sairá barato, e para pagar meu pequeno sonho usarei os fundos da minha recisão (1 ano e 3 meses, férias vencidas, deve dar alguma coisa…) alem de muita pesquisa e algum (mas não muito) bom senso.
A peça fundamental para tal empreendimento é uma boa TV. Tava querendo uma 42”, mas como ela TEM que ser Full HD, acho vou ter que me contentar com uma 32” (quisá uma 37”). Prefiro LCD ao Plasma, embora não exista grande diferença entre um ou outro. O Conversor Digital Integrado é bem vindo, assim como o máximo de saídas HDMI possiveis. Fortes concorrentes ao posto de minha nova TV é a Serie 5 e a ToC, ambas da Samsung, uma marca de respeito com os preços mais viáveis, alem de serem muito estilosas.

Série 5


Serie ToC

Agora, do que me adianta uma TV FullHD sem um bom player de Blu-ray? Muito, mas eu quero mesmo assim um aparelho desses, e pensei porque não um Playstation 3? Bom, um Play3 tá saindo não por menos que R$1.300,00, mas supondo que eu venda meu Play2 por uns 300, 400 reais, já dá uma aliviada na facada, alem do prazer de se ter um (puta) video-game de última geração no meu quarto!
Uma aternativa mais sadia é o player da TecToy, que com alguma pesquisa e choro pode ser comprado por R$500,00. Apesar do preço modesto, o aparelho me parece top de linha: com saída de até 7.1 canais, alem de um tal suporte Upscaling, que adapta a definição de DVDs em Tvs FullHD, sem zoar a imagem. A julgar pelos fóruns que eu visitei, é uma boa escolha.

Playstation 3 (dãã)
Blu-ray Tec Toy
O Home-Theater eu vou montando aos poucos, um passo de cada vez…

ENEM 2009: Eu estava lá

Publicado: 07/12/2009 em eventos, vida

2 dias de provas, 180(!) questões de multipla escolha mais uma dissertação sobre corrupção x ética.
Com exceção da parte referente à matemática (foda!), neste ano o ENEM estava relativamente mais fácil, com todas as fórmulas já nas questões, bastando apenas o uso do raciocínio lógico e de uma paciência budista, o que foi muito conveniente para pessoas (que assim como eu) não “estudaram” nada para a prova, mas vivem lendo milhões de coisas ao mesmo tempo na Net (alguns nerdcasts históricos foram valiosos em certas questões) e assistindo muita TV.
Fiz a prova na COC, que estava bem vazia. Por muitos motivos, 40% (quase 2000000) dos inscritos boicotou o ENEM este ano (melhor pra mim).


Agora é esperar meu boletim, já que não dá pra confiar nestas correções “oficiais” que estão circulando por aí…

Out

Publicado: 05/12/2009 em dinheiro, vida

E eis que fui mandado pra rua na última sexta.


Eu meio que tava querendo sair, mas nem deu tempo pra pedir: depois de um ano e alguns meses de serviços prestados à Flextronics experimentei a primeira demissão da minha vida. Até agora tô sentindo o coração apertado, não pelo emprego per si mas sim todo o Universo de pessoas e rotinas em que eu estava inserido durante todo este tempo.
Agradeço aqui a todos os colegas que compartilharam comigo suas histórias, sonhos, risos e lágrimas durante este pequenissímo, mas valioso período temporal. Foi meu primeiro trabalho de verdade, achava um saco, mas vocês o tornaram agradavel e inesquecivel.

Até mais e obrigado pelos peixes!