Cortar o Tempo

Publicado: 29/12/2008 em cinema, vida
E lá se foi 2008.
Um ano muito rápido esse, diga-se de passagem. Sabe, muitas coisas boas aconteceram comigo nesses 360 e poucos dias: saí de uma faculdade que eu não gostava, arrumei um emprego, criei meu blog e me apaixonei perdida e longamente por uma pessoa que eu mal conhecia…
Um ano lotado de excelentes filmes, aliás acho ser o ano em que eu mais asssiti filmes. Me tornei um tanto quanto compulsivo por cinema: caçando os grandes clássicos, querendo ver (quase) todos os lançamentos, estudando por conta própria toda a mecânica envolvida num filme… Teria eu, finalmente encontrado a minha profissão dos sonhos?
Só o tempo dirá. Pretendo nesse ano novo prestes a nascer, me dedicar de verdade a essa paixão, investir nela, aprender a construir roteiros e storyboards, assistir ainda à mais filmes, comprar minha primeira câmera e me arriscar por aí…

Bom, sonhos e metas à parte, vamos encerrar a bagaça aqui em grande estilo! Com a palavra, um certo Drummond:

“Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,a que se deu o nome de ano,foi um indivíduo genial.Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar eentregar os pontos.Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente”

Feliz ano novo!

Anúncios
comentários
  1. Siena disse:

    Faz tempo q não passo aqui. heheTenho muita muita coisa pra fazer em 2009, tomara q dê tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s